A 38ª edição da Conferência Científica Anual sobre Acústica Pesqueira, Ciências e Tecnologia (WGFAST) do Conselho Internacional para a Exploração do Mar (“ICES” – uma organização intergovernamental criada em 1902 que coordena a investigação sobre os recursos marinhos e o ambiente no Atlântico e mares adjacentes) teve lugar este ano em Dakar, de 25 a 28 de abril. Esta conferência reuniu cientistas de todo o mundo, dos Estados Unidos, Europa, Canadá, Japão, Havai, África Subsariana e Magrebe, sobre o tema da utilização de sondagem acústica científica e sonares, para fins haliêuticos (pesca) em particular. Estas tecnologias são normalmente utilizadas para avaliar o stock de pequenos pelágicos (Yahboy) no Senegal e na sub-região. O CRODT, com o Ministério da Pesca e Economia Marítima (MPEM) dispõem deste tipo de tecnologia no navio de pesquisa Itaf Deme (navio de 35m, com base em Dakar), em que o Dr. Abdoulaye Sarré (CRODT/ISRA) conhece na sua íntegra.

“Este ano, a escolha de realizar a conferência em África, e no Senegal em particular, não foi insignificante", diz Patrice Brehmer (IRD/CSRP, co-organizador do evento, juntamente com o Abdoulaye Sarré), "porque se enquadra nos trabalhos acústicos realizados nos últimos anos por investigadores da sub-região com foco nos pequenos pelágicos, mas também sobre os seus habitats”. De facto, o Senegal e a Mauritânia foram os pioneiros nesta área a nível continental. Há quase meio século, as primeiras campanhas acústicas foram realizadas ao largo do Senegal pelo CRODT e na Mauritânia pelo CRNOP, o atual IMROP (em português, o Instituto Mauritano de Investigação Oceanográfica e Pescas).

Um evento internacional que facilita a troca de informações entre acústicos, físicos, engenheiros, biólogos, oceanógrafos e ecologistas das pescas de todo o mundo.

As actas publicadas destas conferências anuais reflectem o desenvolvimento histórico de muitas das técnicas utilizadas na oceanografia operacional e a incorporação destes desenvolvimentos em sistemas de observação aquática aplicada.

A Dra. Ndague Diogoul (CRODT/IRD), além disso, representou muito bem o Senegal durante a conferência, apresentando quatro artigos, três das quais como primeiro autor. No final de 2021, ela foi responsável pelos instrumentos acústicos a bordo de um navio de pesquisa alemão que cruzou o Atlântico, e implantou dispositivos muito sofisticados e modernos, como perfiladores acústicos multifrequência de banda larga, a mais de 1000 metros de profundidade. Youssouph Coly, jovem doutorando da Universidade Assane Seck de Ziguinchor (UASZ), também despertou grande interesse dessa comunidade científica, ao apresentar seu trabalho realizado com o IRD, que evidencia um erro significativo nos dados de sondagem acústica científica em águas profundas e em áreas tropicais, onde a temperatura da superfície do mar e do fundo variam consideravelmente, causando uma variação no perfil da celeridade (velocidade) do som na água do mar.

Michael Jech (NOAA, EUA), presidente da FAST, que veio de Woods Hole, disse: "Fiquei muito feliz em ver os membros da FAST após uma interrupção de dois anos de reuniões presenciais e conhecer novos membros de países da África Ocidental para a troca de conhecimentos e ideias". Abdoulaye Sarré e Patrice Brehmer dizem estar orgulhosos por terem conseguido realizar este 38º encontro anual em solo africano, “foi a primeira vez que esta conferência foi realizada no continente africano e mesmo fora do mundo ocidental”. Jörn Schmidt, Presidente do Comité Científico do CIEM “Estou muito feliz por este encontro ter acontecido no Senegal, promovendo uma forte cooperação entre especialistas de todo o mundo e em particular da África Ocidental. Eu próprio trabalhei com e no Senegal e sua sub-região graças ao projeto AWA da comissão sub-regional de pescas.”

Importantes colaborações científicas em perspectiva nos países da Comissão Sub-Regional de Pescas (CSRP)

No final desta conferência, estão previstas novas colaborações entre países da zona CSRP. É de notar que a realização desta conferência em África é um seguimento do trabalho iniciado nos projectos europeus, "AWA" (IRD-BMBF/CSRP) e "FP7 Preface". Está em conformidade com os objectivos dos projectos em curso no Senegal e na África Ocidental (projectos europeus, Triatlas e Nextgems; projecto FAO Nansen, etc.), bem como da investigação realizada por laboratórios na África Ocidental, nomeadamente o CRODT e o IMROP na Mauritânia. Os dois últimos institutos, já parceiros, planeiam aumentar o seu trabalho nesta área e partilhá-lo com outros países da área da CSRP (Cabo Verde, Gâmbia, Guiné-Bissau, Guiné, Serra Leoa), com o apoio dos seus parceiros americanos e europeus, que ainda são a maioria nesta disciplina da ciência marinha.

Disponível sob solicitação

- Agenda

- TdR (Termos de referência)

- Lista de participantes

- Foto da conferência em alta resolução

- Sistema foto acústico

- Fotografia do navio de investigação Itaf Deme SN

- Ndague Diogoul no mar  : https://twitter.com/BrehmerPatrice/status/1478791858176372739

 

Domingo 22 Maio 2022
>